Quem conhece Veneza?

Veneza2

Sem sombras de dúvidas, a cidade de Veneza é um dos destinos mais procurados do mundo por turistas que buscam as belezas da Europa, a história presente em seus canais e quem sabe, encontrar um grande amor. Assim, esses visitantes invadem a cidade e famintos por novidades, como uma criança em um parque de diversões, conseguem tudo o que desejam em troca de um bocado de Euros.
Tudo estaria perfeito, caso Veneza fosse realmente um parque de diversões, mas a realidade é bem diferente. Veneza é uma cidade que se sustentou através de séculos pelo comércio, preservando sua cultura e tradições locais. Hoje, o turismo ocupa um importante papel na base da economia veneziana e pessoas de todo o mundo visitam a cidade introduzindo pouco a pouco uma fração de seus anseios, interferindo significativamente na real imagem do lugar.
Um exemplo dessa interferência são os famosos passeios de gôndolas feitos por casais apaixonados que se inspiram ao passarem sob a Ponte dos Suspiros. Parece romântico não é? Mas poucos sabem que as famosas gôndolas (preservadas na cor preta durante todos esses anos) eram os antigos carros funerários que transportavam os corpos das pessoas até o local do seu velório. Pouca gente sabe também que a bela Ponte dos Suspiros levava diretamente a uma antiga prisão e era desse ponto que os condenados olhavam, através de uma pequena janela, a luz do sol pela ultima vez. Com certeza, um casal pensaria duas vezes ao jurar amor eterno em um local como esse, caso soubessem dessa verdadeira historia. Como essas informações já não fazem parte do conhecimento popular, não me espantaria caso alguma empresa de passeios de gôndolas pintasse seus barcos de rosa. Mas a pior interferência no modo de vida local é que a população da cidade está diminuindo. Em trinta anos a cidade perdeu metade de seus moradores, passando de 120 mil para 60 mil habitantes. Isso porque o custo de vida na cidade está ficando cada vez mais caro. O valor do aluguel de um sobrado cedido para um vendedor de verduras pode ser bem maior se alugado para uma rede hoteleira. Partindo desse principio é fácil concluir que já não se encontra um sacolão facilmente em Veneza e o “comércio local” está a beira do fracasso. Sem seus habitantes originais, esse famoso ponto turístico caminha para o destino de se tornar um grande parque de diversões.

veneza

Uma antiga venda no centro de Veneza, que agora se transformou em uma casa noturna de música eletrônica.

Viageria